12 causas mais comuns de impotência

Muitos homens acreditam que sua impotência tem a ver com sua psique. Mas essa é apenas uma das várias razões pelas quais a impotência surge. Leia todas as causas aqui.

Em uma idade mais alta, o risco de doenças e tratamentos com medicamentos que podem afetar a capacidade de ereção aumentam. Obter um pensamento sexual, imaginação ou outra impressão da mente, que anteriormente poderia dar origem a uma ereção de uma maneira simples, não é mais tão fácil. 

Portanto, os homens se tornam cada vez mais dependentes da estimulação direta, à medida que o tempo passa.


Fumador

Os homens que fumam têm – em maior medida – problemas de ereção do que os não fumantes. Foi demonstrado em vários estudos científicos e as causas são numerosas. 

Fumar faz com que a nicotina cause vasoconstrição imediata, o que por sua vez leva a dificuldades em aumentar o fluxo de sangue no pênis durante a ereção.

Depressão

Estudos mostram que a probabilidade de homens com depressão apresentarem algum distúrbio de ereção é de 25 a 90%, dependendo da gravidade da situação. Pode ser necessário procurar terapia de conversação ou terapia médica para sair da depressão. 

Alguns antidepressivos, por outro lado, podem causar diminuição da capacidade de ereção como efeito colateral.

Veja mais textos como esse em nosso blog:  https://www.nycomed.com.br/ironman-caps

Drogas

Medicamentos como haxixe, anfetaminas e heroína não podem, de forma alguma, melhorar a capacidade de ereção ou a vida sexual. As drogas têm efeitos destrutivos e danificam os órgãos do corpo, levando à capacidade de ereção prejudicada.

Diabetes

Cerca de metade de todos os homens com diabetes tem algum grau de ereção disfuncional. Em muitos diabéticos, a disfunção erétil é realmente o primeiro sinal de diabetes.

Álcool

O álcool em pequenas quantidades pode ter um efeito calmante em homens com ansiedade de desempenho antes da relação sexual, melhorando assim a capacidade de ereção. Mas, à medida que a quantidade de álcool aumenta, ele diminui significativamente e aqueles que estão intoxicados podem se tornar temporariamente impotentes.

Câncer de próstata

O problema mais comum relacionado ao sexo para homens com câncer de próstata era que eles tinham a incapacidade de ter uma ereção. Até dois terços das pessoas submetidas à cirurgia dizem ter problemas de potência e quase 30% das pessoas que receberam radioterapia sofrem de impotência.

Danos nos nervos

Doenças ou acidentes como Parkinson, EM, acidentes vasculares cerebrais e lesões na cabeça são frequentemente associados à disfunção erétil. Também tem a ver com nervos e sinais nervosos, sendo parte integrante da capacidade de ereção. 

Homens com lesão medular quase sempre têm problemas com sua capacidade sexual.

Drogas

Muitas vezes, é difícil distinguir se é a própria droga ou doença que causa disfunção erétil. Muitas pessoas também reagem de maneira completamente diferente à mesma droga.

 Um medicamento para pressão alta pode causar alguns homens com problemas de ereção, enquanto outros controlam completamente sem efeitos.

Situações da vida

Preocupações financeiras, desemprego, tristeza, estresse, problemas de relacionamento e falta de amor são fatores que podem nos afetar de maneira diferente ao longo da vida, inclusive através da saúde sexual. Só o fato de saber que a ereção falhou no passado pode, por si só, aumentar a frustração em situações sexuais, o que faz com que o distúrbio da ereção continue.

Doença cardiovascular

40% dos homens com doenças cardiovasculares sofrem de problemas de ereção. A proporção cresce com o aumento da idade e, para homens acima de 50 anos, os problemas geralmente se devem a essas doenças.

A maioria dos problemas de ereção são tratáveis, sejam eles devido a doenças cardiovasculares per se ou surgiram como resultado do tratamento.

Leia mais artigos como esse em nosso site: https://www.nycomed.com.br/ironman-caps

Distúrbios hormonais

O hormônio sexual testosterona pode ser a causa do desejo sexual e da ereção. Nos homens, não há declínio natural semelhante nos níveis hormonais, como ocorre no estrogênio feminino. 

Por outro lado, a diminuição da formação de testosterona nos testículos pode ser o resultado de doenças ou mudanças na idade.

 

Leave a Reply