Há uma regra na nossa metodologia de CED. Se um agente se deparar com filhotes independentes da mãe, que já comam sozinhos, gatinhos com mais de 40 dias, que não se alimentem exclusivamente de leite, o agente tem a oportunidade de retirá-los da colônia e abrigá-los em um lar temporário (LT). O lar temporário prepara os filhotes para adoção. Há um protocolo de preparação.

Vermifugação, tratamento para pulgas, socialização, vacinação e castração pertencem ao conjunto de regras que torna possível a vida dos gatinhos em um lar definitivo. Possibilitam que eles sejam adotados quando estiverem prontos.

Claro, o espaço onde vai ocorrer o LT precisa ser adequado. Preparar filhotes de gatos para adoção não é missão fácil e requer disponibilidade de tempo, dedicação e amor.

Tornar-se um LT é uma maneira muito bacana de apoiar nosso trabalho de controle ético da população de gatos de rua.

Quer mais informações? Escreva para contato.bichobrother@gmail.com

Compartilhar